Gente!

O processo acabou e agora já tem o resultado!!!

As 7 conversas que recebi  me levaram a criar uma historia de amor frustrada (o que eu não esperava!) e estarão expostas junto às 10 fotos que mostram algumas das cenas dessa personagem perdida pelo tempo/espaço…..

Estão todos convidados!

Anúncios

Foto de Luciana para texto pré-existente de Tatiana

 

Dias de uma mãe em crise na maternidade
A meninta tinha dois anos, desde que nasceu não se desgrudou da mãe. Sua mãe mudou de profissão para acompanhar de perto o crescimento da filha, mas acompanhar de tão perto por tanto tempo a deixou desgastada. A menina aprendia a fazer xixi no banheiro, na privada, mas o fazia quando queria. Um dia a menina consegui o seu máximo, a cachorra tinha derrubado da estante os livros de sua mãe e ela ali sentou para brincar, e ali teve vontade de fazer xixi, e ali o fez, sobre os livros.
Sua mãe enlouquecida a levou para o chuveiro e ligou para desabafar com alguém, mas ninguém encontrou.
Sua mãe desabafou com uma tia que vinha visitá-la trazendo uma muda de orquídea, e plantar foi a saída para não afogar a filha no próprio xixi.

 


Mais um exercício com foto e texto de Tatiana.

Pai e filha olham o mar.
Eles admiram o mar porque é uma paisagem de passagem na vida deles.
Mas eles gostariam que fosse cotidiana.
O pai trabalha muito e pouco vê sua filha.
A filha, ainda pequenita, brinca muito, aprende as coisas da vida aos poucos e diariamente.
Nos momentos em que estão juntos sempre aproveitam o tempo para conhecerem um ao outro e para vivenciarem experiências novas.